Aviso: Esse texto é um material de apoio complementar aos nossos podcasts.
Escute o Podcast “O mundo tóxico das idols”

Assim como tudo na vida, as indústrias de idols também têm seu lado negativo. Muitos idols processam suas agências por trabalho escravo e abusos. Nessa segunda parte do texto sobre o mundo do entretenimento asiático, falaremos de alguns casos que abalaram o ocidente e como foram apresentados pelos fãs e mídia.

DBSK e SM Ent:

Em 2009, a boyband coreana DBSK processou sua agência, SM Entertainment. Três, dos cinco membros, alegaram que o contrato de 13 anos foi excessivamente longo, houve alterações sem o consentimento deles, os ganhos do grupo não foram distribuídos de forma justa, entre outras acusações. Na época, a notícia foi suficiente para causar uma queda de 10% nas ações da agência.

DBSK : O grupo em 2008 entrou para o Guiness por ter o maior fã clube oficial do mundo, as Cassiopéias.

O grupo permanece dividido até hoje. Yunho e Changmin permaneceram na SM Ent. e atendem como DBSK, enquanto Jaejong, Yoochun e Junsu formaram o JYJ.

Minegishi Minami

Minegishi Minami teve que se humilhar publicamente após passar a noite na casa de um outro idol.

O caso da aidoru ficou mundialmente conhecido após ela aparecer na mídia com sua cabeça raspada pedindo desculpas por “causar problemas”, ou seja, passar a noite na casa de um homem, Alan Shirahama, membro da boyband Generation. Muitos são proibidos, OBRIGADOS em contratos, a não terem nenhum tipo de relacionamento amoroso/sexual.

Yamaguchi Maho

Mahohon do NGT48, foi agredida por dois homens que entraram em sua própria casa.

Mahohon é do NGT48, um grupo irmão do AKB. Recentemente ela foi agredida por dois homens que entraram em sua própria casa. Eles foram detidos, mas liberados posteriormente sem acusações, negando a agressão. Os policiais disseram que os suspeitos “só queriam conversar com a Yamaguchi e não acharam que seria uma grande coisa”. No showcase seguinte do NGT com a Maho-san, ela se desculpou publicamente “por causar problemas”. Ela que é agredida e ela que pede desculpas? Pois é.

A aidoru afastou-se do grupo e perdeu 4kg em duas semanas depois do ocorrido. O caso ainda não foi resolvido. Os fãs de Mahohon se mobilizaram e fizeram uma petição exigindo que o gerente do NGT48, Etsurou Imamura, seja demitido e um pedido formal de desculpas da AKS, a agência.

Sashihara Rino

Rino-chan do AKB teve nudes vazados para imprensa por um ex-namorado.

Rino chan é um ícone de superação! Ainda no começo de sua carreira no AKB teve nudes vazados para imprensa por um ex-namorado. Na época, foi transferida para outro grupo (o HKT48), mas isso não a fez desistir! Hoje é a idol mais famosa e mais bem paga do país, além de extremamente influente e sempre elogiada por várias pessoas da mídia. Ela aproveita essa posição de prestígio e sempre critica a gerência ou produção quando acha algo errado, e defende as outras meninas do grupo quando acha que tem alguma injustiça. No caso da Mahohon, ela foi uma das principais a dar entrevista, dizendo que a gerência agiu muito mal e que espera providências.

SeungRI, BIG BANG e abusos sexuais

Esse ano, um escândalo envolvendo o integrante do grupo Big Bang, SeungRi chocou a mídia tanto coreana quanto internacional. Até mesmo jornais brasileiros como a Folha de São Paulo fizeram uma reportagem sobre o ocorrido. Só que nesse caso não estamos falando de idols x industria, e sim idols x pessoas comuns.

Seungri, envolvido em um escândalo de abuso, dando depoimento na delegacia de Seul em março desse ano.

SeungRi é acusado pela polícia após a investigação da boate de luxo Burning Sun de comandar esquemas de cafetinagem. A investigação revelou além de escândalos de prostituição, um esquema de tráfico de drogas.

Outros idols como o cantor Jung Joon Young e Choi JongHoon, da banda FT Island, foram acusados de expor filmagens de relações sexuais em um grupo sem o consentimento de suas parceiras. Tais revelações levaram os idols a abandonarem suas carreiras no mundo do entretenimento. Joon Young admitiu o divulgação dos vídeos “sem sentir culpa”.

Há um testemunho da Tais Bravo chamado “Todos os meus (ex) heróis são machistas”.

É muito importante termos ícones em quem nos inspirarmos e nos ajudar a crescer como pessoas, mas muito mais importante entender que assim como nós eles são pessoas com defeitos e qualidades. Seja fã, mas sempre almeje ser uma melhor versão de si, se espelhando em si. Porque ninguém é mais importante na sua vida, do que você.